Eleições ADUEMS: chapa Autonomia & Resistência fala sobre desafios para biênio

Eleição da chapa foi homologada pela Comissão Eleitoral no dia 3

A chapa Autonomia & Resistência, que disputou as eleições para direção da ADUEMS para o biênio de 2022/2023, teve sua vitória homologada pela Comissão Eleitoral após ser eleita com 207 dos 246 votos válidos. Os outros 39 foram votos em branco. Dos filiados que se cadastraram pelo site DouraSoft, 50 não votaram.


De acordo com o professor Dr. Esmael Machado, presidente da chapa, elogiou o trabalho da gestão atual do sindicato. “A chapa Autonomia & Resistência agradece às pessoas que atuaram para construir um ambiente democrático de debate e de fortalecimento da ADUEMS durante o pleito eleitoral que ora se encerrou. Nesse ponto, enaltecemos o papel da atual diretoria, que no biênio 2020-2021, em contextos adversos, demonstrou muita garra na gestão do sindicato”.


Para o presidente eleito, resistir às investidas do atual governo contra os serviços públicos é essencial para a direção da entiddade. “Estamos convictos da necessidade de um sindicato disposto a orientar suas ações na resistência ao modelo econômico neoliberal. A autonomia é outra palavra de ordem”.


Esmael também afirma que os desafios serão grandes e que será iniciada uma campanha para novas filiações. De acordo com o professor, a participação dos docentes no sindicato “simboliza a força que a ADUEMS precisa”. Segundo o professor, a chapa prosseguirá o trabalho que vem sendo feito em prol das demandas da categoria. “Nosso compromisso com a categoria é de lutar por melhores condições de trabalho para o fortalecimento da democracia interna do sindicato e da UEMS. O sindicato é uma construção coletiva”, conclui.