Dourados tem carreata contra Bolsonaro e a favor do auxílio emergencial

Manifestação foi organizada por entidades sindicais e movimentos sociais

Foto: Rafael de Abreu/ADUF Dourados

Foi realizada neste domingo (21) a segunda Carreata Contra Bolsonaro em Dourados. O ato faz parte de uma mobilização nacional em favor da manutenção e ampliação do Auxílio Emergencial, da vacinação da população e do impeachment de Jair Bolsonaro.


A manifestação foi organizada pelo Comitê de Defesa Popular, que é formado por entidades sindicais e movimentos sociais como a Fetems, o Simted, a Aduems, a ADUF Dourados, o Anades-SN e o Sinasefe MS, entre outros.


Foram cerca de 8km de percurso, passando por bairros como Água Boa, Izidro Pedroso, Jardim Clímax e Vila Cachoeirinha. Um trio elétrico reuniu lideranças que discursaram aos manifestantes, entre elas a professora e militante Gleice Jane; o presidente do Simted, Thiago Coelho; a secretária de Comunicação da Fetems, Deumeires Morais; e o coordenador do Comitê de Defesa Popular, Franklin Schmalz.


A presidenta da ADUEMS, professora doutora Cássia Reis, destaca a importância do evento. "No contexto atual a participação em todas as manifestações, sejam virtuais ou presenciais, são essenciais para minimizar as perdas", afirma.


Cássia finaliza dizendo que "já estamos com mais de 240 mil mortos pela Covid 19 (em números oficiais) e milhares de outros por consequências da pandemia, seja por sequelas da própria doença ou por resultado dos muitos ataques aos direitos humanos, serviços públicos e direitos dos trabalhadores. Isso precisa parar e só a manifestação popular fará isso".